Arquivo

Archive for outubro \31\UTC 2009

Extensões

outubro 31, 2009 Deixe um comentário

 

Confira aqui a lista com algumas das extensões mais conhecidas.

.asf – arquivo de áudio ou vídeo executável com o Windows Media Player.
.asp – Active Server Pages. Formato de páginas Web

.avi – arquivo de vídeo. É o formato dos arquivos DivX.

.bmp – arquivo de imagem

.bak – cópia de segurança. Alguns programas, quando realizam modificações em arquivos do sistema, costumam guardar uma cópia do original com essa extensão.
.bat – é uma das extensões que junto a .com e .exe indica que esse é um arquivo executável em Windows. Costuma executar comandos de DOS. Não é aconselhável abrir a menos que seja de boa procedência.
.cab – formato de arquivo comprimido. Para ver o conteúdo, é preciso usar um programa compressor/descompressor.
.com – arquivo executável em ambiente DOS. Não é aconselhável abrir a menos que seja de boa procedência
.dat – arquivo de dados. Normalmente armazena informações usadas por um programa do qual depende. Costuma ser modificado com qualquer editor de texto.
.dll – este tipo de arquivo é conhecido como biblioteca. Costuma ser utilizado pelo sistema operacional de forma interna, para, por exemplo, permitir a comunicação entre um modem e o computador (driver).
.doc – arquivo de texto .
.exe – arquivo executável. Qualquer programa que queiramos instalar em nosso computador terá essa extensão. Fazendo clique duplo sobre um arquivo com esta extensão iniciamos um processo de instalação ou um programa. Não é aconselhável abrir a menos que seja de boa procedência

.gif – arquivo de imagem comprimido

.html – Hiper Text Markup Language. Formato no qual se programam as páginas Web. É capaz de dar formato a texto, acrescentar vínculos a outras páginas, chamar imagens, sons e outros complementos. Editável com um editor de textos ou software específico.
.hlp – arquivo de ajuda que vem com os programas.
.ini – guardam dados sobre a configuração de algum programa.
.ico – arquivo de ícone do Windows.
.jpg – arquivo de imagem comprimido, pode ser editado em qualquer editor de imagens.
.log – arquivo de texto que registra toda a atividade de um programa

.lnk – acesso direto a uma aplicação em Windows. Provém da palavra link (conexão). Não é aconselhável abrir a menos que seja de boa procedência
.mdb – arquivo de base de dados geralmente gerada pelo Microsoft Access.
.mid – arquivo de áudio relacionado com a tecnologia midi.
.mp3 – formato de áudio que aceita compressão em vários níveis.
.mpg – arquivo de vídeo comprimido
.mov – arquivo de vídeo
.nrg – arquivo de imagem de disco gerada pelo Nero Burning Rom.
.ogg – formato de áudio comprimido de melhor qualidade que o mp3 e que pode ser reproduzido no Winamp a partir da versão 3.
.pdf – documento eletrônico visível com o programa Adobe Acrobat Reader

.php – arquivos de páginas Web dinâmicas. É, por sua vez, uma linguagem de programação que permite transladar para a Web conteúdo armazenado em bases de dados.
.pic – arquivo de imagem
.png – arquivo de imagem
.ppt – arquivo do software de apresentações PowerPoint, da Microsoft.
.rm – arquivo de áudio do Real Player
.rar – formato de compressão de dados
.rtf – Rich Text Format, ou formato de texto enriquecido..
.reg – arquivo que guarda informação relativa ao Registro do Windows. Costumam conter dados relativos a algum programa instalado no sistema. Não é aconselhável abrir a menos que seja de boa procedência
.scr – extensão dos protetores de tela que funcionam em Windows e que costumam encontrar-se na pasta em que está instalado o sistema. Não é aconselhável abrir a menos que seja de boa procedência
.swf – Shockwave Flash. Formato muito utilizado e facilmente encontrado na Web. Permite sites ricos em animação e som, Para poder vê-los, é preciso ter instalado o plugin da Macromedia. Ou abrir pelo Internet Explorer
.txt – arquivo de texto.
.ttf – True Type Font. Arquivo de fontes. Os tipos de letras (fontes)instalados no sistema
.tif – arquivo de imagem sem compressão.
.tmp – arquivos temporários. Se não estão sendo utilizados por algum processo do sistema, o normal é que possam ser eliminados sem nenhum problema.
.vob – arquivos de vídeo de alta qualidade, é usado para armazenar filmes em DVD.
.wab – arquivos nos quais o Microsoft Outlook guarda o caderno de endereços.
.wav – arquivo de áudio sem compressão.

.wri – arquivo de texto.
.zip – talvez seja o formato de compressão mais utilizado.

Dica: como abrir arquivos com programas alternativos
Por padrão, ao clicar duas vezes com o mouse sobre um arquivo este se abre com um programa que lhe seja associado. Por isso é que, por exemplo, os arquivos .doc sejam abertos automaticamente com o Word e os .jpg (formato de imagens) sejam executados em algum editor de imagens. Mas pode acontecer que a pessoa queira abrir este arquivo .jpg com o navegador Internet Explorer. Para isso, será necessário clicar sobre o arquivo com o botão direito do mouse, escolher a opção Abrir com… e escolher o programa adequado. Quem tem versões mais antigas do Windows, deve seguir o passo anterior com a tecla Shift pressionada.

Categorias:Dicas

T9

outubro 30, 2009 Deixe um comentário

 

T9 é uma sigla que significa “Texto em 9 teclas”, na verdade a quantidade de teclas envolvidas é igual a 12, só que isso não vem ao caso agora. Só nove têm letras.

Na prática, o T9 serve para agilizar a escrita em aparelhos com teclado numérico. Sem ele, para escrever uma letra, precisamos apertar a tecla correspondente o número de vezes relativo à posição que a tal letra se encontra no teclado.

Por exemplo, para escrever NOKIA sem usar o T9, é preciso apertar a seguinte sequência de teclas:

66-666-55-444-2 = apertar 11 teclas

E com o T9, basta digitar a seguinte sequência para escrever a palavra NOKIA:

6-6-5-4-2 = apertar 5 teclas

Mas como funciona esse T9? É mágica?

Ele funciona da seguinte forma, o celular traz consigo um dicionário enorme de palavras e as suas respectivas sequências de teclas. Quando você digita aquela sequência de teclas, o T9 é esperto o suficiente para mostrar a palavra certa. Ou quase. As palavras têm uma prioridade na lista, portanto, palavras mais freqüentes aparecem antes de outras que tenham a mesma seqüência de teclas.

Com isso surge a primeira pergunta: “Mas se houver duas ou mais palavras com a mesma sequência de teclas?”
Para resolver esse problema, o seu celular tem um “+” junto da tecla “*”, já reparou? Se você digitar uma seqüência e não aparecer a palavra que você esperava, experimente apertar a tecla “+”. Com isso a palavra sublinhada mudará e, provavelmente, ela será a palavra que você queria. Se, ainda assim a palavra não for a esperada, vá apertando “+” até encontrar a palavra.

Neste ponto surgirá a segunda pergunta: “E se a palavra que eu quiser não existir no dicionário?”
Neste caso, o que vai acontecer é o seguinte: Você vai apertar o “+” até voltar a aparecer a primeira palavra sugerida. No menu do seu celular, irá aparecer a opção “soletrar” e, se você apertar essa tecla, aparecerá uma janela para você escrever letra por letra a palavra desejada. A partir desse ponto, o seu celular terá mais essa palavra no dicionário dele, ele aprende!

Uma dica, não se preocupe com as letras que vão aparecer antes da palavra se formar. Vá digitando olhando para as teclas, não para a tela do celular. Confie, quando você terminar de digitar a palavra, ela irá aparecer na tela do celular.

Outra coisa legal do T9 é que ele já se preocupa em colocar os acentos certos para você. Ele também é bom quando estamos em dúvida se uma palavra se escreve com S ou X. Ele só vai mostrar a palavra se você a escrever de forma correta. Isso vai ajudar a escrever um SMS sem erros de português.

Para escrever números, você precisa apertar a tecla # do seu aparelho até aparecer no canto superior direito “123″ em vez de “ABC”.

Tenho só mais três dicas antes de passarmos para a prática.

1)Para colocar espaços você usa a tecla do zero.

2) Para a pontuação, você usa a tecla 1 seguida do “+”, dependendo se a pontuação será “.” “,” “?” etc.

3) Se você apertar o “+” num espaço em branco, terá acesso a uma tabela com vários caracteres especiais, “,’,(,),[,],#,$,%,& etc.

Com isso, vamos para a parte prática do Post.

Abra uma nova mensagem e digite com T9 a seguinte frase (sem as aspas):

1) “usar esse negócio é uma maravilha”.
Resposta: 8727 0 3773 0 6346246 0 3+ 0 862 0 627284542
(Reparem que quando se tenta escrever “é”, aparece primeiro “e”, por isso o “+” logo depois dele.)

2) “isso economiza muito tempo, que é precioso”.
Resposta: 4776 0 326666492 0 68486 0 836761+ 0 783 0 3+ 77324676

3) “Acaba logo esse post bacana!”
Resposta: 22222 0 5646 0 3773 7678 0 2222621++++

Viu como é fácil? Basta não olhar para a tela do celular enquanto a palavra não estiver completa. Isso é uma questão difícil, mas quando você acostuma, é a melhor maneira do T9 funcionar.

 

 

Recebi por email

Categorias:Dicas

Configurando a DEP para proteger todos os aplicativos

outubro 21, 2009 Deixe um comentário
 

Para ativar a DEP para todos os aplicativos

1. Clique em Iniciar e em Painel de Controle.

2. Em Selecione uma categoria, clique em Desempenho e Manutenção.

3. Em ou um ícone do Painel de Controle, clique em Sistema.

4. Clique na guia Avançado.

Figura 1   Propriedades do Sistema - guia Avançado

5. Na guia Desempenho, clique em Configurações.

Figura 2   Opções de Desempenho

6. Clique na guia Prevenção de Execução de Dados.

Figura 3   Guia Prevenção de Execução de Dados

7. Selecione Ativar a DEP para todos os programas e serviços, exceto os que eu selecionar.

8. Clique em Aplicar e em OK. Aparecerá uma caixa de diálogo solicitando a reinicialização do computador para que a configuração tenha efeito. Clique em OK.

Verificando as configurações da DEP aplicadas em todos os programas

Para verificar se as configurações da DEP para todos os programas estão aplicadas

1. Clique em Iniciar e em Painel de Controle.

2. Em Selecione uma categoria, clique em Desempenho e Manutenção.

3. Em ou um ícone do Painel de Controle, clique em Sistema.

4. Clique na guia Avançado.

5. Na área Desempenho, clique em Configurações e, em seguida, clique em Prevenção de Execução de Dados.

6. Verifique se Ativar a DEP para todos os programas e serviços, exceto os que eu selecionar está selecionada e clique em OK para fechar Configurações de Desempenho.

7. Clique em OK para fechar Propriedades do Sistema e, em seguida, feche Desempenho e Manutenção.

 

Ativando a lista de exceção da DEP

Se a DEP causar problema com seus aplicativos, aparecerá uma caixa de diálogo para informá-lo.

Figura 4   Caixa de diálogo que aparece se um aplicativo tentou ser executado e teve um problema com a DEP

Figura 4   Caixa de diálogo que aparece se um aplicativo tentou ser executado e teve um problema com a DEP

Quando a DEP causar falhas em um aplicativo, a Microsoft recomenda contactar o fornecedor do aplicativo para saber se há uma versão atualizada compatível com DEP. A instalação de uma versão atualizada é a melhor solução para os problemas de compatibilidade do aplicativo com a DEP.

Se não houver uma versão atualizada do aplicativo, siga as instruções a seguir para acessar e configurar a lista de exceção. A lista de exceção é a lista de aplicativos que são excluídos da DEP.

Observação: A funcionalidade da lista de exceção da DEP estará disponível apenas se a configuração da DEP estiver configurada para proteger todos os programas e serviços. Se você configurar seu computador para proteger somente os componentes e serviços essenciais do Windows, a lista de exceção ficará indisponível.

Requisitos para realizar esta tarefa

•Credenciais: Você deve fazer logon no seu computador usando uma conta com direitos de administrador local.

Ativando a lista de exceção da DEP

Para ativar a lista de exceção da DEP

1. Clique em Iniciar e em Painel de Controle.

2. Em Selecione uma categoria, clique em Desempenho e Manutenção.

3. Em ou um ícone do Painel de Controle, clique em Sistema.

4. Clique na guia Avançado.

Figura 5   Propriedades do Sistema - guia Avançado

5. Na guia Desempenho, clique em Configurações.

Figura 6   Opções de Desempenho

 

6. Clique na guia Prevenção de Execução de Dados.

Figura 7   Guia Prevenção de Execução de Dados

 

7. Clique em Adicionar.

8. Localize e selecione o arquivo executável do aplicativo que está falhando e clique em Abrir.

9. Na caixa de diálogo de aviso, clique em OK. O programa selecionado aparece na área de programas da DEP.

10. Clique em Aplicar e em OK. Aparecerá uma caixa de diálogo solicitando a reinicialização do computador para que a configuração tenha efeito. Clique em OK.

Verificando se as configurações da lista de exceção da DEP estão aplicadas

Para verificar se as configurações de Proteção de Memória estão aplicadas

1. Clique em Iniciar e em Painel de Controle.

2. Em Selecione uma categoria, clique em Desempenho e Manutenção.

3. Em ou um ícone do Painel de Controle, clique em Sistema.

4. Clique na guia Avançado.

5. Na área Desempenho, clique em Configurações e, em seguida, clique em Prevenção de Execução de Dados.

6. Verifique se a lista de exceção contém os programas desejados e clique em OK para fechar Configurações de Desempenho.

7. Clique em OK para fechar Propriedades do Sistema e, em seguida, feche Desempenho e Manutenção.

Configurando as opções da DEP em todo o sistema

Para fazer quaisquer alterações à DEP em seu computador, você deve modificar um argumento do arquivo de configuração boot.ini referente à instalação do Windows que estiver executando no momento. O argumento do boot.ini é:

/noexecute =Policy_level

A tabela 1 lista as opções para Policy_level.

Tabela 1 Opções do nível de diretiva do boot.ini para DEP

Nível de diretiva
Descrição

OptIn

(configuração padrão)

Foi aplicada proteção DEP somente aos componentes e serviços do sistema Windows

OptOut

A DEP está ativada para todos os processos. Os administradores podem criar manualmente uma lista de aplicativos específicos que não possuem proteção DEP

AlwaysOn

A DEP está ativada para todos os processos

AlwaysOff

A DEP não está ativada para nenhum processo

IMPORTANTE: Após fazer quaisquer alterações no arquivo boot.ini, você deverá reinicializar o computador.

AVISO: A Microsoft NÃO recomenda desativar a DEP baseada em software globalmente. Se fizer isso, você comprometerá a segurança do seu computador. A DEP baseada em hardware não pode ser desativada manualmente.

Requisitos para realizar esta tarefa

• Credenciais: Você deve fazer logon no seu computador usando uma conta com direitos de administrador local.

Desativando a DEP em todo o sistema usando o arquivo boot.ini 

Para desativar a DEP usando o arquivo boot.ini

1. Clique em Iniciar e em Painel de Controle.

2. Em Selecione uma categoria, clique em Desempenho e Manutenção.

3. Em ou um ícone do Painel de Controle, clique em Sistema.

4. Clique na guia Avançado e, na área Inicialização e Recuperação, clique em Configurações.  

Figura 8   Configurações de inicialização e recuperação

 

5. Na área Inicialização do Sistema, clique em Editar.

Figura 9   Arquivo boot.ini no Bloco de Notas

 

6. No Bloco de Notas, clique em Editar e Localizar.

7. No campo Localizar, digite /noexecute e clique em Localizar Próxima.

8. Na caixa de diálogo Localizar, clique em Cancelar.

9. Substitua o nível de diretiva (por exemplo, "OptOut") por "AlwaysOff” (sem as aspas).

AVISO: Insira o texto cuidadosamente.

Observação: O argumento do arquivo boot.ini deve ficar assim:

/noexecute=AlwaysOff

10. No Bloco de Notas, clique em Arquivo e em Salvar.

11. Clique em OK para fechar Inicialização e Recuperação.

12. Clique em OK para fechar Propriedades do Sistema e, em seguida, reinicie seu computador.

Verificando se a DEP está desativada

Para verificar se as configurações de Proteção de Memória estão aplicadas

1. Clique em Iniciar e em Painel de Controle.

2. Em Selecione uma categoria, clique em Desempenho e Manutenção.

3. Em ou um ícone do Painel de Controle, clique em Sistema.

4. Clique na guia Avançado.

5. Na área Desempenho, clique em Configurações e, em seguida, clique em Prevenção de Execução de Dados.

6. Verifique se as configurações de DEP estão indisponíveis e clique em OK para fechar Configurações de Desempenho.

7. Clique em OK para fechar Propriedades do Sistema e, em seguida, feche Desempenho e Manutenção.

Categorias:Dicas

Itens escondidos na BIOS

outubro 6, 2009 Deixe um comentário

Alguns modelos de bios tem itens ocultos

Para mostra-los faça o seguinte:

Ctrl+F1 ou  Alt+F1  depende do seu modelo

Categorias:Dicas

Programas que iniciam com o windows

outubro 6, 2009 Deixe um comentário

 

Há diversas formas. As mais comuns são pelas chaves do registro:

HKEY_LOCAL_MACHINE > Software > Microsoft > Windows > CurrentVersion > Run

HKEY_LOCAL_MACHINE > Software > Microsoft > Windows > CurrentVersion > RunOnce

HKEY_CURRENT_USER > Software > Microsoft > Windows > CurrentVersion > Run

HKEY_CURRENT_USER > Software > Microsoft > Windows > CurrentVersion > RunOnce

Há também a pasta “Inicializar” no menu “Iniciar > Programas”. Alguns programas criam entradas ali,  basta excluir o atalho. Clique em “Iniciar > Programas > Inicializar”; depois, clique com o botão direito no item desejado  e mande excluir

Categorias:Dicas

.bundle

outubro 6, 2009 Deixe um comentário

 

Apesar da extensão incomum, ele é um arquivo executável normal. Para instalar, basta torná-lo executável usando o "chmod +x" e em seguida executá-lo como root:

# chmod +x VMware-Player-2.5.1-126130.i386.bundle
# ./VMware-Player-2.5.1-126130.i386.bundle

Categorias:Linux

Instalando um programa local com o gdebi

outubro 6, 2009 Deixe um comentário

 

Quando você baixar programas para o seu Ubuntu, procure baixar  os pacotes .ded , é muito mais facil instalar.

Abra o terminal, digite:
$ gdebi-gtk

Depois é só procurar o pacote.

Categorias:Linux